Quando bate um cansaço da vida

Não foi por falta de aviso, né? E a gente segue sem a promessa de que vou mudar e blá blá blá. Só precisava desabafar mesmo. Queria falar sobre como me sinto desanimada e desmotivada com absolutamente tudo.

Leva-se tanto tempo pra conquistar o que deseja, e falta muita paciência (da minha parte). A ansiedade me joga num tornado de frustração e fico completamente desorientada e inerte, com mil pensamentos negativos ecoando nos ouvidos.

Nos últimos anos, muita coisa aconteceu na minha vida. Mentira, praticamente nada aconteceu, mas perdi coisas importantes demais pra manter a mente sã. E, como se não bastasse a rotina estressante, essas lacunas criaram arestas estranhas na minha personalidade e na forma como vejo a vida. Sei lá, acho que antes eu lidava bem com um sentimento que, hoje, me aniquila. Ou apenas achava que era um sentimento que me despertava prazer… Sobre a habilidade de desabafar sem falar exatamente o que se quer dizer…

É isso… Acho a vida uma coisa muito esquisita.

Sobre todos os sumiços que ainda darei

Olá, mundo! 😊

Depois de muito tempo longe dos blogs, descobri que não sei viver sem isso. Sério! Fico um tempão afastada e depois acabo resolvendo voltar a blogar.

Sempre encarei a blogosfera como um lugar para se compartilhar experiência, e esse bate papo é tão gostoso que acaba servido como um escape pra loucura do dia a dia.

O grande problema é que começo super motivada, mas minha rotina estressante acaba apagando o fogo e termino por abandonar tudo. Só pra, dali a alguns meses, já estar morta de saudades de ter um lugar onde eu possa falar sobre as coisas que gosto, e acabo ficando doida pra voltar com o blog novamente. E fico nesse frustrante e eterno círculo vicioso.

Então é basicamente isso! Esta sou eu, voltando mais uma vez porque penso que blogar faz parte de mim desde os 16 anos. Um tempo onde toda a complexidade do layout se resumia a um wallpaper e toda a emoção que existia no blog ficava a cargo de alguns .gifs da Sakura! Vamos ver até onde isso vai dar, né?

Ainda que eu dê uns perdidos, porque isso vai acontecer, a verdade é que gosto de ter um lugar onde eu possa distrair a mente, divagar sobre qualquer assunto e dividir as experiências legais que vivi.

Sendo assim, sejam muito bem vindos ao blog e espero que a gente possa começar a construir uma linda amizade, você e eu!